Planetas para todos os lados

26-01-2011 18:03

 

Planetas para todos os lados

Astrônomos não param de descobrir astros fora do Sistema Solar!

Por: Leonardo Cosendey, Instituto Ciência Hoje/RJ.

Publicado em 15/08/2000 | Atualizado em 27/07/2010

Responda rápido: quantos planetas além da Terra você conhece? Só nossos oito vizinhos de Sistema Solar? É pouco! Os astrônomos, até o começo de agosto, conheciam 41. No último dia 7, durante um encontro internacional na Inglaterra, anunciaram a descoberta de mais dez! E tudo indica que ainda há muitos outros para serem encontrados...



Os astros recém-descobertos fazem parte de diferentes sistemas solares - isto é, de conjuntos de planetas girando ao redor de uma estrela. A Terra também participa de um e tem oito vizinhos: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. Os astrônomos já descobriram alguns sistemas solares espalhados pelo universo, mas nenhum tão grande quanto o nosso. Depois dele, o maior sistema solar conhecido possui apenas dois planetas!

A estrela Upsilon Andromedae (representada acima) é uma das poucas que têm mais de um planeta em sua órbita.

 

Entretanto, não foi essa a descoberta que mais chamou a atenção dos astrônomos, mas sim a de um planeta bem próximo à Terra. O novo astro ainda não tem nome. Ele é mais ou menos do tamanho de Júpiter, o maior planeta do nosso Sistema Solar, e gira em torno de uma estrela chamada Epsilon Eridani, que fica logo ali, a 10,5 anos-luz (ou 100 trilhões de quilômetros) da Terra. Achou muito? Para os astrônomos, é como se estivesse na esquina. Ou, como disse um deles, "é como se encontrássemos um planeta no nosso quintal"!

Descobrir planetas não é fácil: como eles se localizam próximo a estrelas, não é possível enxergá-los diretamente pelos telescópios. Planetas são astros que não têm luz própria e, por isso, são ofuscados pelas estrelas ao redor da qual giram. Para identificá-los, os astrônomos precisam observar cuidadosamente o movimento de uma estrela. Se algum planeta estiver girando em torno dela, ela é ligeiramente "puxada" para a frente e para trás, como em um "cabo-de-guerra espacial" provocado por forças chamadas de atração gravitacional. Quando os astrônomos descobrem variações no brilho de uma estrela, eles podem deduzir que existe um planeta em órbita e conseguem calcular sua localização e sua massa.

Por enquanto, os cientistas só conseguem encontrar planetas maiores que o nosso, porque eles exercem forças mais intensas sobre as estrelas em torno das quais giram. Mas métodos novos estão sendo desenvolvidos e os pesquisadores esperam que seja cada vez mais fácil encontrar planetas. Assim, pode ser que, no futuro, acabem descobrindo um irmão da Terra perdido pelo espaço...

o que é o que é ... Dicas objetos

Qual a chave mesmo sendo fabricada no Brasil tem nome estrangeiro ?

 A chave inglesa

O que é que tem braços e pernas, mas não tem cabeça ?

As poltronas

O que é o que é de manhã é enchido e à noite, esvaziado

O sapato

Grande como um ratão, guarda a casa como um leão ?

 Tranca da porta 

O QUE TEM DENTES, MAS NÃO PODE COMER ?

O PENTE

Qual a boca que se enche de comida, mas não come

A boca do forno

O que é que trabalho bastante e descansa em pé

Vassoura

Quando a chuva cai o que ela levanta ?

 O guarda chuva

O que é que tem cabeça e não pensa ?

 Palito de fósforo

COMO PODDERIA SER DEFINIDA A INVENÇÃO DO RELÓGIO ?

 UMA INVENÇÃO QUE VEIO NA HORA CERTA

Itens: 1 - 10 de 13
1 | 2 >>

Questionário

Você gosta de ler

Sim (428)
63%

Mais ou menos (113)
17%

Não (135)
20%

Total de votos: 676

Questionário

o'que você acha do site

ótimo (335)
54%

bom (84)
13%

mais ou menos (33)
5%

ruim (23)
4%

péssimo (149)
24%

Total de votos: 624